sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Everything Has Changed - Capítulo 59


Capítulo 59

-DEMI – Madison gritou assim que ouviu a irmã chegar em casa.
-Ei, princesa – Demi disse e abraçou a irmã com força – como foi seu primeiro dia de aula?
-PERFEITO – a menina respondeu pausadamente enquanto puxava a irmã pelo braço e a levava até a sala, sentando ambas no sofá – o Frankie foi um amor, me ajudou, me mostrou a escola, me apresentou aos amigos dele, pena que ele está uma série a minha frente – suspirou.
-Madison, Madison – Demi provocou e arqueou uma sobrancelha – eu quero saber da senhorita estudando, ouviu? Nada de namorinho.
-Não estou com namorinho nenhum, Demi – Madison se defendeu com um sorriso sapeca no rosto – mas ele foi um fofo comigo – Demi riu e se levantou – ei, onde você vai?
-Tomar um banho e descansar – ela pegou sua bolsa e caminhou para a escada – um conselho, não namore um Jonas.
Demi entrou em seu quarto e encarou a bagunça em que ele se encontrava, malas espalhadas pelo chão, quase todas as suas roupas estavam em cima da cama, ela achou um pijama e uma toalha e foi para o banho, prometeu que arrumaria tudo quando terminasse.
-Nem sou famosa e já não tenho tempo pra nada – reclamou saindo do banho e rolando os olhos, em seguida, tropeçou em uma mala – é, não dá pra enrolar mais.
Colocou os fones de ouvido e começou a arrumação, colocou todas as roupas no armário, separadas por cor, depois arrumou a cama e espalhou sobre ela os objetos de decoração que tinha trazido do Brasil, queria se sentir em casa, colocou cada coisa em seu lugar e por ultimo pendurou um quadro de fotos na parede, lá colocou pouquíssimas fotos, uma dela com sua família no ultimo natal, uma com Madison e Dallas, uma com Alex de quando ela tinha quinze anos, uma com o Nick, que eles tiraram no piquenique de despedida, e uma com a Miley, tirada na ultima festa do pijama delas.
-Finalmente – ela encarou o quarto – agora sim parece um quarto – sacudiu a bolsa que acabara de esvaziar, a que guardava os enfeites e as fotos, e uma foto caiu, ela pegou e automaticamente sorriu, na foto ela estava nas costas de Joe e eles riam espontaneamente, eles não estavam olhando para a câmera, estavam perdidos naquela felicidade, provavelmente uma piada contada por Joseph ou algo assim – eu sinto a sua falta – ela cochichou deixando rolar uma única lágrima, nisso seu celular apitou fazendo-a voltar a realidade, ela prendeu a foto no quadro e abriu a mensagem.
“Ei, Dems, tudo bem? Eu espero que esteja, enfim, eu queria te falar uma coisa, é muito difícil pra mim te falar isso mas é necessário, eu te amo, e por te amar tanto eu estou te deixando livre, não quero que você espere por mim como disse que faria, quero que você leve sua vida adiante, e eu vou fazer o mesmo, eu não quero mais te fazer sofrer, desculpa por ter feito isso até então, me dói muito te ver mal por minha causa, então, é isso, de novo, eu te amo muito, beijo e se cuida. Joseph”
Ela leu umas vinte vezes aquela mensagem, não sabia o que dizer, o que pensar, por um lado se sentia aliviada, mas por outro se sentia incapaz de superar.
-Chega, Demi – ela limpou as lágrimas que rolavam livremente – ele não merece mais isso, isso tem que parar, você não pode viver desse jeito – dizia pra si mesma enquanto respirava fundo – ele quer assim, vai ser assim.
“Oi, Joseph, eu estou ótima, melhor ainda agora. Se você quer assim, tudo bem, eu ate agradeço, boa sorte pra você”
Ele rolou os olhos ao ler a mensagem, a indiferença dela era a pior coisa que ela podia fazer, ele chegou a cogitar a hipótese de que aquilo era uma armadura, mas se lembrou que ela tem o tratado assim desde que voltou, então acreditou que aquilo era sincero.
-Vai ser melhor assim – sorriu de lado com lágrimas nos olhos – mas vai ser a coisa mais difícil que eu vou fazer na minha vida.
Joe e Demi tentavam tocar suas vidas, as vezes eles se esbarravam na gravadora mas não trocavam mais que um meio sorriso, Demi estava focada em seu cd, trabalhava dia e noite com uma boa estratégia de publicidade para se tornar conhecida antes do cd sair e Joe estava em turnê pelos Estados Unidos com os irmãos.
-DEMI DEUSA – Miley gritou assustando Demi que estava na cantina da gravadora.
-Miley, quer me matar? – Demi perguntou com raiva, mas riu enquanto Miley sentava – odeio quando você faz isso.
-Para de bobeira, Demetria – Miley jogou o cabelo – sei que você me ama.
-Pior que amo – Demi disse e elas riram juntas – tudo bem que você é uma pessoa empolgada naturalmente, mas hoje está mais que o normal, o que houve?
-TEMOS QUE COMEMORAR – Miley gritou de novo e bateu palma enquanto fazia uma dançinha estranha.
-Comemorar o que, mulher? – Demi perguntou enquanto tomava um pouco do seu suco.
-Eu consegui aquele papeeeeeeeeeeeeeeeeeeeel – Miley voltou a comemorar.
-Sério?- Demi sorriu e começou a se empolgar coma  amiga – aquele daquele livro? A última musica?
-ESSE – Miley sorriu – to muito feliz.
-E eu to MUITO orgulhosa de você – Demi sorriu junto com ela – como vamos comemorar?
-Eu não sei – Miley se desapontou com ela mesma, ela sempre sabia os melhores lugares para se comemorar qualquer coisa – hoje o Nick não tem show, mas como ele está em turnê, ele vai estar cansado pra ir a uma boate ou alguma coisa assim – ela encarou o lanche a sua frente – JÁ SEI – Demi deu outro pulo – vamos pedir uma pizza, ir lá pra casa, ficar abraçadinho e…
-E eu não vou – Demi a interrompeu.
-Por que? – Miley fez um biquinho.
-Você e o Nick, agarradinhos, comendo pizza, vendo um filme, e eu? – revirou os olhos – eu to super feliz por você, amiga, mas comemora com ele, mais pra frente a gente faz outra coisa.
-Não, sem você não vai ter graça, e outra, o Nick vai querer te ver. Vamos, Dems.
-Vou pensar – Demi disse séria mas Miley fez um biquinho fofo – ok, Miley, ok, eu vou, mas se eu me sentir mal eu vou embora.
-Sou eu e o Nick, Demi, você não vai se sentir mal, eu prometo.
Elas deixaram tudo marcado, Miley teria uma entrevista e iria para a casa de Nick direto, ele assegurou que Joe estaria na casa de Ashley, então daria tempo pra eles assistirem o filme em paz.
-Eu atendo – Frankie gritou e correu até a porta – DEMI – eles se abraçaram – que saudades, vem, entra.
-Também estava com saudades.
-A Madison não veio? – o garoto perguntou triste e Demi o encarou brava – desculpa – ele soltou a mão dela e saiu correndo.
-Aceite o fato de que a sua família ama os Jonas – Miley apareceu na sala – sorte que a sua irmã já é casada, se não eu teria concorrência.
-Cadê o Nick? – Demi perguntou enquanto abraçava a amiga.
-Serve eu? – Nick apareceu na sala com um prato na mão – as pizzas já estão chegando e você vai para a cozinha fazer um brigadeiro.
-Mas já estão me colocando pra trabalhar? – Demi revirou os olhos e colocou a bolsa na mesinha da sala indo em direção a cozinha – coloquem o filme e arrumem a sala de uma vez que eu já to indo.
-Sim, patroa – Miley debochou e puxou Nick pela camisa e eles foram se beijando até a sala.
-Eu disse que eu iria embora – Demi reclamou mas eles não ligaram – eu estou ouvindo vocês, por favor, o Frankie está em casa.
-Demi, seu celular tá onde? – Nick perguntou ignorando as reclamações.
-Na bolsa – Demi gritou e Nick pegou o aparelho – por que?
Ele ignorou e digitou qualquer coisa no celular, em um minuto a resposta chegou.
“ok, em 20 minutos eu to aí”
-Anda logo com esse brigadeiro, Demetria – Miley gritou da sala e Nick voltou a sentar do lado de sua namorada.
-Não enche, Cyrus – Demi disse rindo – fazer brigadeiro é uma arte.
Ela terminou e foi para a sala se sentar com os amigos.
-Cadê o brigadeiro? – Miley perguntou brava – tem que esfriar, né, Miley. Dá logo play nesse filme, Jerry.
-Vou ignorar isso – Nick disse sério – espera vinte minutinhos, eu to esperando a pizza.
-Mas e essa pizza? – Demi apontou confusa para a pizza gigantesca em cima da mesinha.
-Eu não gosto dessa – Miley disse sorrindo torto – daí o meu namorado lindo pediu outra, que vai chegar daqui a vinte minutos.
-Hm, tá, né – Demi disse desconfiada.
Eles conversaram durante um tempo, Demi se levantou para pegar o brigadeiro quando alguém tocou a campainha.
-Eu atendo – ela disse, já que estava em pé – ALEX?
-Eu – ele disse como se parecesse óbvio.
-Você não falou que iria convidá-lo, Demi?! – Miley disse e encarou Demi, por sorte ela entendeu o recado.
-É, você me mandou uma mensagem – Alex disse sem jeito – e então, eu vou ficar aqui na porta?
-Claro que não, entra aí, cara – Nick disse.
-Me ajuda aqui, Miley? – Demi pediu e elas foram para a cozinha – o que ele tá fazendo aqui?
-Você estava enchendo o saco então o Nick mandou uma mensagem pra ele do seu celular – Miley disse despreocupada e pegou as colheres enquanto Demi pegava o brigadeiro – agora é um programinha de casal.
-Miley, eu – Demi tentou argumentar mas a amiga a interrompeu.
-Deixa rolar, ok?
Demi revirou os olhos foi para a sala sem dizer nada, Miley a seguiu rindo, ela se sentou ao lado de Nick forçando Demi a se sentar no outro sofá ao lado de Alex.
No meio do filme, Alex passou discretamente o braço em volta do ombro de Demi, ela o encarou erguendo uma sobrancelha.
-Que? – ele perguntou, sua voz saiu rouca por estar cochichando, ela não disse nada, continuou olhando pra ele, fazendo-o soltar uma risada falha – relaxa, Demi, esquece, não estou te forçando a nada, só quero mostrar que eu estou aqui com você, como sempre estive e sempre vou estar, somos amigos, lembra?
Ela sorriu e se aconchegou nos braços de Alex, e assim eles ficaram, juntinhos, assistindo ao filme até que o barulho da porta abrindo despertou a todos.
-Seus pais? – Miley perguntou a Nick.
-Não pode ser – Nick estranhou – eles estão em um jantar na casa de uns amigos, vão chegar bem tarde.
-Prometo que será rápido, casal – Joe disse entrando correndo em casa, ele iria buscar uma jaqueta já que sairia com Ashley, ao perceber que Demi estava abraçada com Alex no sofá ele parou – desculpa, casais – deu ênfase no plural – eu e a Ash estávamos sem nada pra fazer e pensamos em fazer companhia a vocês, tudo bem? – ele inventou encarando Alex com raiva.
-Joe, acho melhor não – Nick disse.
-Eu acho uma ótima ideia – Demi abraçou mais Alex – por mim tudo bem.
-Ótimo – ele disse entre dentes – vou chama-la.
-DEMETRIA – Miley gritou tentando entender, quando percebeu que Joe estava longe.
-Ele não quer provocação? Então ele vai ter – Demi disse sorrindo.
-Que os jogos comecem – Alex debochou e abraçou mais a menina, recebendo dela um olhar de agradecimento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário