quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Everything Has Changed - Capítulo 53


Capítulo 53

-Demi, calma, eu – ele tentou argumentar.
-CALMA É O CARAMBA, EU DISSE PRA VOCÊ CALAR A BOCA – Demi gritou e ele se encolheu – PORQUE VOCÊ É TÃO IDIOTA, JOSEPH?  - Joe abriu a boca para responder mas ela o cortou ainda gritando – PRIMEIRO VOCÊ NÃO CONFIA EM MIM, DA CRISE DE CIUMES COM A MINHA FAMÍLIA E ARRUMA A PRIMEIRA QUE APARECE NA SUA FRENTE PRA TENTAR ME ESQUECER, FICA SE ESFREGANDO COM ELA NA MINHA FRENTE, ME OBRIGA A TER QUE ATURA-LA E QUANDO EU TENTO ME DIVERTIR VOCÊ VEM COM TODA A SUA INFANTILIDADE TENTAR ESTRAGAR, QUAL É O SEU PROBLEMA?
Demi finalmente parou de gritar e de andar de um lado para o outro e o encarou, Joe estava um pouco assustado e sem reação, ela nunca havia estourado desse jeito perto dele, mesmo quando as brigas faziam parte da rotina deles.
-Eu posso falar agora, Senhorita Irritada? – Joe perguntou.
-Se é pra falar nesse tom, é melhor não – Demi sorriu irônica – eu to a ponto de te capar, seu idiota.
-Eu já pedi desculpas – ele se aproximou e Demi arqueou uma sobrancelha.
-Só me diz o porquê disso tudo – Demi deu um passo pra trás impedindo que Joe segurasse seu braço.
-Eu não gosto desse cara – Joe fez uma careta.
-Eu também não gosto da sua namorada – Demi deixou escapar e levou as mãos a boca quando se deu conta da burrada que fez.
-Ciúmes? – ele perguntou se aproximando.
-Não muda o rumo da conversa, Joseph – ela deu mais alguns passos para trás – eu ainda quero te alejar.
-Quer saber mesmo? – Joe perguntou ainda se aproximando encurralando Demi na parede da boate, ele se apoiou pondo uma mão na altura do rosto dela e outra na altura da cintura, equilibrou seu corpo para que seu peso não caísse todo sobre ela – tudo que eu tenho feito é tentar chamar a sua atenção, é te provar que, mesmo tendo sido um completo idiota, eu ainda te amo, esse seu olhar indiferente e o jeito que você nem liga para a Ashley me irrita demais, eu sei, isso parece egoísta…
-Isso É egoísta – Demi rebateu.
-É a minha vez de falar, Demetria – ele fez um carinho no rosto dela fazendo-a prender a respiração por um instante – mas foi o único jeito que eu arranjei de tentar fazer com que você reparasse em mim de novo.
-Usando alguém – Demi observou mantendo a pose de durona, embora a proximidade a deixasse meio tonta – desculpa, mas o meu Joe não faria isso.
-Seu? – ele perguntou com um sorrisinho no rosto.
-Para de sorrir – Demi disse desesperada.
-Sabe, Dems – ele disse se aproximando mais dela, fazendo que seus corpos ficassem colados, a proximidade e o apelido trouxeram uma enxurrada de lembranças a ela – você pode olhar nos meus olhos agora e dizer que não me ama, eu juro que, se você me convencer eu te deixo em paz.
-De novo essa novela, Joe – Demi revirou os olhos e abaixou a cabeça.
-Estou esperando – ele disse sem se importar e levantou o rosto da menina obrigando-a a olha-lo nos olhos – é só dizer.
Ela o encarou com raiva, era impossível dizer isso, ela o amava tanto que, saber que ele tinha outra, parecia o pior dos castigos pra ela. Eles apenas ficaram se olhando, em silencio.
Joe foi se aproximando lentamente, Demi sabia o que ele queria mas simplesmente não tinha forças pra resistir, ela estava perdida no olhar dele, pode vê-lo quando ele encarou sua boca voltando a olhar em seus olhos em seguida, segurou firme em sua cintura e a trouxe mais para si, “eu odeio você” “eu sei”, foi o que eles sussurraram antes de se entregarem ao que era inevitável, em segundos o som das buzinas dos carros, as pessoas saindo e entrando da boate, o volume exageradamente alto da musica, tudo sumiu, o mundo pareceu parar, até mesmo o coração de Demi pareceu falhar por uma fração de segundos, voltando a acelerar logo em seguida, era isso, ela estava viva novamente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário