quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

Everything Has Changed - Capítulo 50


Capítulo 50

Miley se sentou na poltrona ao lado de Demi, Frankie estava do outro lado, e Ashley estava na última poltrona, durante o show de abertura Miley não ficava quieta, dizia como o show deles era bom, que as musicas novas estavam maravilhosas e como a banda era boa.
-Com licença – a voz de Ashley sobressaiu a de Miley por ser tão fina – eu vou ao banheiro.
-Ninguém se importa – Frankie disse bravo.
-FRANKLIN – Demi chamou a atenção do garoto e ele afundou na poltrona e cruzou os braços – peça desculpas.
-Tudo bem, é – Ashley fez uma pausa, ela sabia que era Demi, mas não queria chamá-la pelo apelido.
-Demetria – Demi disse encarando ela.
Ashley saiu do camarote e Demi encarou Frankie brava.
-Você nunca foi de fazer essas coisas, Frankie – ela disse séria – o que houve?
-Essa menina é um saco – ele bufou.
-Concordo com você – Miley disse rindo e trocando um aperto de mão com ele, Demi se perguntava quando foi que eles se tornaram tão amigos.
-Mesmo assim – Demi respirou fundo tentando ignorar isso – você tem que ser educado.
-Com ela não dá – ele respondeu como se parecesse óbvio e se levantou – ain, Joey, jantar em família? Qual é, temos aquela festa pra ir, todos estarão lá – ele imitava a voz de Ashley de uma forma tão perfeita, que se Demi não estivesse vendo aquilo, diria que era a própria falando – baseball com seus irmãos? NEM PENSAR – nesse momento ele colocou as mãos na testa e revirou os olhos – você prometeu que iria ficar comigo, nós nunca temos tempo pra gente, que saco, é sempre assim – ele voltou a encarar Demi, Miley se contorcia de rir na poltrona – ela manipula o Joe, e ele não percebe, nunca mais a gente passou um tempo junto, ele só que ficar com a Trashley – revirou os olhos.
-Trashley? – Miley perguntou e gargalhou mais alto – você é demais, Frankie.
-Seu irmão gosta dela, Frankie – Demi disse tentando não se mostrar abalada com aquilo – você tem que apoiá-lo, independente dela ter uma voz chata e fazer drama o tempo todo, tem que entender que ele está feliz.
-Ele não está – Frankie suspirou e voltou para a poltrona – eu conheço o Joe, ele não ama a Ashley, ele fica com ela por obrigação, eu sei disso, qualquer um sabe disso, acho que até ela sabe.
Demi ia respondê-lo mas a banda dos meninos já estava formada no palco, a abertura começou quase no mesmo instante em que Ashley entrou na sala e tomou seu lugar de antes, na poltrona mais afastada possível, Miley e Frankie tentavam prender o riso, então se forçaram a prestar a atenção no show para esquecer o que tinha acontecido.
No meio do show Miley e Frankie se levantaram e começaram a dançar e cantar junto com os meninos, eles pulavam de mãos dadas e faziam danças esquisitas, faltavam só três musicas para o show acabar quando Joe cochichou algo para Nick e voltou para o centro do palco.
-Boa noite a todos – Joe disse e a multidão começou a gritar, ele esperou para que se acalmassem um pouco antes de prosseguir – bem, isso aqui é incrível, lançamos o CD há tão pouco tempo e vocês já sabem todas as musicas – ele riu fraco e olhou para Nick e para Kevin, que apenas concordaram com a cabeça, em um sinal para ele prosseguir o que estava falando – bem, eu queria cantar uma inédita essa noite – nesse momento o público começou a gritar mais ainda – por favor, gente, me escuta primeiro – ele disse em um tom de brincadeira e as pessoas se acalmaram um pouco – é uma musica muito pessoal, ela iria entrar no CD mas por alguns motivos ficou de fora – ele explicou e olhou de relance para o camarote, mas apenas Miley e Frankie estavam pendurados na parede de vidro – enfim, essa musica é muito importante pra mim e eu quero que uma pessoa saiba que eu a amo muito, ela é uma grande – ele fez uma pausa – amiga e está aqui essa noite, as coisas tomaram esse rumo e eu realmente sinto muito, mas eu quero que você saiba que eu não mudaria nada em você, porque você é perfeita pra mim.
Ele fez um sinal e uma introdução conhecida começou, Demi deu um pulo da poltrona e parou ao lado de Miley, Ashley levantou sorrindo, provavelmente achando que era pra ela, mas logo percebeu que Joe encarava Demi, não dava pra vê-la nitidamente, mas ele sorria só de saber que ela tinha entendido a intenção daquilo tudo.
-Você conhece essa? – Frankie perguntou para Miley.
-Não, mas acho que a alguém conhece – ela apontou pra Demi, lágrimas caiam livremente pelo seu rosto enquanto ela cantava baixinho junto com ele.
Joe cantou apenas a sua parte da musica e assim que acabou, os músicos emendaram com uma outra canção, Demi sorriu e olhou para o lado encontrando uma Ashley confusa.
-Ele fez isso pra você? – ela perguntou visivelmente irritada.
-Ué, pergunta pra ele depois – Demi deu de ombros e voltou a se sentar ainda com um sorrisinho no rosto.
-Que musica é essa? – Ashley perguntou de braços cruzados – ninguém conhecia, só vocês.
-Essa musica é minha – Demi disse sem dar importância, Ashley ficou ainda mais brava com o tom indiferente na voz dela – eu escrevi e liberei para eles colocarem no CD.
-Mas eles não colocaram – Ashley rebateu ficando cada vez mais irritada – por que cantar isso agora?
-QUE SACO – Demi estourou – eu-não-sei – ela disse pausadamente respirando para não sair do sério – não sou o Joe pra saber os motivos disso, pergunta pra ele, resolve com ele depois, agora para de me culpar por ele te chamar pelo meu nome, por ele me olhar daquele jeito e por ele cantar a nossa musica pra mim, para de tirar satisfações COMIGO pelos atos DELE e age pra não perder o SEU namorado, ele ta com você, e não comigo, então, para com essas atitudes infantis e valoriza isso, antes que seja tarde.
-O que você quer dizer com isso? – Ashley perguntou visivelmente abalada, Miley e Frankie olhavam tudo assustados, nunca tinham visto Demi daquele jeito.
-Eu quero dizer que o Joe é uma pessoa especial demais, e a minha felicidade depende da dele, o que a gente teve, o que a gente sente um pelo outro é algo inexplicável, mas isso não muda o fato de que ele está com você, então, Ashley, se você pretende manter as coisas assim, para de se comportar desse jeito, seu egoísmo, seu ciúme excessivo e suas infantilidades estão fazendo o Joe desistir de você.
-Puf – Ashley arfou recobrando a postura de durona, mesmo no fundo ela sabendo que Demi estava falando a verdade, as duas estavam de pé, frente a frente – e o que eu devo fazer, sabe tudo? – ela debochou, era pra ser uma pergunta retórica, mas ela se surpreendeu quando Demi começou a responder.
-TENTE - Demi deu ênfase a essa palavra – ser melhor pra ele do que eu fui – ela deu uma piscadinha deixando Ashley completamente desnorteada e com raiva, voltou a se sentar com um sorriso no rosto, Miley soltou uma gargalhada despertando um olhar mortal de Ashley, que simplesmente pegou suas coisas e saiu do camarote com passos firmes.
-Ual, Demetria, que isso, hein?! – Miley disse rindo – não conhecia esse seu lado, achei que eu fosse a barraqueira.
-Essa garota precisa acordar – Demi disse rindo também – ela vai acabar perdendo o Joe.
-Isso seria bom pra você, não seria? – Miley perguntou sem entender o raciocínio de Demi.
-Em partes – ela sorriu – mas se é ela que ele quer, eu vou apoiá-lo.
-Ele não quer ela – Frankie disse impaciente – por que ninguém me escuta? – ele saiu do camarote emburrado.
-Ele está certo, Demi – Miley disse se levantando, já que o show já estava acabando – você sabe muito bem o que o Joe quer, ou melhor, QUEM ele quer.
-Eu vou esperar ele se decidir – ela se levantou também e seguiu a amiga – é claro que eu não quero ver o Joe triste – ela suspirou – mas ver a Ashley sofrer também não é nada justo, então, eles que se entendam.

Nenhum comentário:

Postar um comentário