terça-feira, 6 de novembro de 2012

Everything Has Changed - Capítulo 6


Capítulo 6

-Cheguei – Demi disse entrando em casa – alguém?
-To aqui, filha – Dianna disse de algum lugar da casa.
-Ei – Demi se sentou ao lado de sua mãe no sofá.
-Estava com Alex? – Dianna perguntou, Demi afirmou com a cabeça – tá tudo bem? – Demi sentiu os olhos lacrimejarem e sacudiu a cabeça negativamente – quer um abraço? – Dianna já sabia o que tinha acontecido e não precisou esperar muito pra sentir sua filha em seu colo, como uma criança, ali era voltaria a ser um bebê, e seria mimada pela mãe.
-Ele terminou, mãe, disse que eu tinha um sonho idiota, ele gritou comigo – Demi tentava falar e lembrar da cena fazia com que ela se sentisse pior.
-Filha, ele estava nervoso porque ele tem o mesmo medo que a gente – Dianna disse e Demi a encarou – ele sabe que você se vai pra sempre, ele sabe que logo, logo, você vai conseguir se estabilizar, porque você tem um potencial incrível.
-Mas mãe, isso não quer dizer que eu vou abandonar vocês, ele não entende isso – Demi tentou explicar.
-Eu sei, filha, ele vai perceber da pior maneira – Dianna disse enquanto a filha voltava a deitar em seu colo – as coisas vão se ajeitar, o que você tem que fazer é se dedicar ao máximo lá e se destacar, mas sem deixar de ser quem é.
-Eu sei, mãe – Demi disse – obrigada, eu te amo.
-Eu também te amo, filha.
-Já tá tudo pronto – Demi quebrou o silencio.
-É depois de amanhã, né – Dianna observou e Demi respondeu com um sussurro – filha, está tudo bem, você vai se sair muito bem lá, pode ter certeza disso, e amanhã nós teremos um jantar de despedida.
-Sem o Alex – Demi disse baixo torcendo pra sua mãe não ouvir, mas foi em vão.
-Um jantar com pessoas que te amam e te apoiam de VERDADE – Dianna respondeu a filha.
Os 2 últimos dias se passaram rápido, e o jantar também, todos estavam felizes de uma certa forma por ver a felicidade de Demi, agora ela tinha certeza que o término do namoro tinha sido bom pra ela, ela poderia focar totalmente na sua futura carreira, agora ela tinha mais convicção do que queria, e iria conseguir.
-Eu vou sentir muito a sua falta – Dallas disse, estavam todos no aeroporto esperando o voo da Demi – eu te amo muito, e juízo lá, hein.
-Pode deixar, maninha – Demi respondeu com lágrimas nos olhos – eu também te amo, e cuida dela, hein, Mike.
-Sempre – Mike respondeu – e você se cuida também.
-Demi, eu fiz isso pra você – Maddie chorava enquanto entregava um papel para a irmã, era um desenho delas juntas, as lágrimas que Demi estava tentando segurar não resistiram aquilo.
-Ficou perfeito, Madison – Demi respondeu se agachando pra ficar da altura da irmã – não esquece que você é linda, por dentro e por fora, você é perfeita, uma princesa, nunca deixe que te digam o contrário, você acredita em mim?
-Sim – Maddie respondeu chorando – eu te amo muito, Demi.
-Eu também te amo muito, melhor amiga – Demi respondeu abraçando a irmã.
-Vem, Maddie – Eddie pegou a filha no colo e foi em direção a Demi – eu confio que você vai fazer o seu melhor, você merece isso, nós sabemos o quanto isso é importante pra você então eu quero que você volte confiante da sua música, está certo?!
-Claro pai, isso com certeza irá acontecer – Demi respondeu sorrindo, era bom pra ela saber que seu pai havia entendido o porquê disso tudo – eu sou muito grata por tudo que você fez pra gente, por ser meu pai, eu te amo – eles se abraçaram.
-Filha – Dianna veio e abraçou Demi assim que ela saiu do abraço de Eddie – dê o seu melhor, eu já tenho muito orgulho de você, eu te amo muito e não vejo a hora de você voltar.
-Bom, acho que agora é a minha vez – uma voz familiar fez Demi gelar por dentro.
-Alex? – Demi achou aquilo estranho, mas resolveu deixa-lo falar.
-Será que a gente pode conversar? – ele perguntou de cabeça baixa.
-Rápido, meu voo é o próximo – ela respondeu fria, aquilo doía nos dois.
-Me perdoa, Demi, isso é importante pra você e eu estraguei tudo, era pra eu me alegrar com você – Alex disse olhando nos olhos dela.
-Tudo bem, eu sei que você não fez por mal – Demi respondeu – está perdoado – Alex tentou beija-la mas ela desviou – não significa que voltamos.
-Como assim, Demi? – os olhos dele se encheram de lágrimas – eu te amo.
-Eu também te amo, Alex – Demi respondeu também chorando – mas eu preciso desse tempo, eu não quero estragar o que a gente já construiu, então, quando eu voltar a gente conversa.
-E se você arrumar outro lá? – Alex quis saber, ele parecia apavorado.
-Se eu arrumar outro, Alex, você vai ter que me esquecer, por que eu te amo muito, e se alguém superar isso que eu sinto por você, será pra sempre – Demi respondeu olhando-o nos olhos.
-Eu entendo – Alex lamentou – boa sorte, princesa, eu te amo muito.
-Eu também te amo, Alex – Demi respondeu e eles se abraçaram, foram interrompidos pela chamada do voo – boa sorte pra você também.
Depois de mais uma breve despedida a todos, Demi embarcou, ela não sabia como seria a sua nova vida, mas sabia que faria de tudo para que fosse muito melhor, ela estava bem com ela mesma, até em relação a Alex, se sentia mais madura e segura, com toda certeza, uma nova Demi.

Nenhum comentário:

Postar um comentário