sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Everything Has Changed - Capítulo 46


Capítulo 46

Não seria difícil voltar aos EUA, todos eram de lá, haviam se mudado por conta do emprego de Eddie, tudo que ele precisava fazer era pedir transferência para a sede da empresa que ficava em Los Angeles.
-Amanhã eu converso com o meu chefe – Eddie disse – nós vamos te apoiar, querida.
-Obrigada, pai, de verdade – Demi sorriu – mas por que isso do nada? Quer dizer, eu não to reclamando – eles riram – mas o Senhor não queria que eu fosse.
-Realmente não queria, eu acho um meio muito perigoso para você, mas eu percebi que, mesmo se esforçando para não transparecer, você andava bem tristinha – ele explicou.
-Confiamos na criação que te demos – Dianna disse – sabemos que você vai saber o que fazer, e quando não souber, queremos estar do seu lado.
-E eu amo o Brasil – Madison disse – mas ir ao Starbucks com um preço mais justo realmente faz muita falta – todos riram com ela – vamos voltar então – ela disse essa ultima frase em inglês.
-Vocês vão me deixar – Dallas fez um biquinho – mas eu concordo, é o momento de apoiarmos a Demi.
-Vamos sentir sua falta, Dallas – Demi disse triste.
Dallas já era casada e muito bem empregada, não teria como ela voltar para os Estados Unidos, pelo menos não naquele momento.
Depois de uma semana a família de Demi já desembarcava no aeroporto de Los Angeles, ela havia prometido a Dallas que, de algum jeito, ela iria pra lá também.
-DEMI – Miley gritou assim que a viu, elas correram e se abraçaram, todos olharam assustados, muitas pessoas tiravam fotos – que saudades.
-Eu também tava, amiga.
-Nem acredito que você voltou – Miley disse sorrindo.
-To aqui pra realizar meu sonho, nada e ninguém vai me impedir disso – Demi disse convencida.
-ISSO AI, GAROTA – Miley gritou.
-Bem, deixa eu te apresentar – Demi puxou a amiga pelo braço – essa é a minha mãe, Dianna.
-Oi Tia – Miley respondeu sem nenhuma vergonha.
-Meu pai Eddie.
-Prazer – eles se abraçaram.
-E essa – Demi apontou pra Madison.-
-AI MEU DEUS, EU SOU A MADISON, MILEY, EU NÃO ACREDITO, VOCÊ É MESMO AMIGA DA DEMI, MEU DEUS, VOCÊ É LINDA, EU ADORO SUAS MUSICAS E…
-MADISON – Demi gritou – já falei, respira.
-Relaxa – Miley agachou para ficar da altura da menina – você é linda, como a sua irmã – elas sorriram – é um prazer te conhecer, Maddie – elas se abraçaram – posso te chamar assim, né?
-CLARO QUE PODE – Madison voltou a se empolgar.
-Ok, ok – Demi se meteu entre elas e segurou Madison – vamos pra casa.
Assim que todos se organizaram na casa nova, que não era muito diferente da casa que eles já haviam tido ali nos Estados Unidos, eles foram descansar.
-Acho que eu vou dormir também – Demi comentou.
-NEM PENSAR – Miley gritou – são duas horas da tarde, nós vamos ao salão depois a gravadora, arrumei um teste pra você.
-Tá louca, Miley?
-Não, to te ajudando – ela explicou – você vai calar a boca de muita gente, Demi, e a gente vai começar a trabalhar logo.
-Tá, mas eu preciso dormir pra fazer um bom teste.
-Você tem hora marcada num salão, Demi – Miley disse sem paciência.
-Pra que isso? – Demi perguntou indignada.
-Confia em mim, Demetria – Miley rolou os olhos – agora pega a sua jaquetinha e vamos.
Demi respondeu ao sorriso irônico da amiga com outro igualmente irônico, deixou um bilhete para seus pais e foi para o tal salão.
-Boa tarde – Miley disse para uma atendente extremamente arrumada que estava ao telefone.
-Você tem horário marcado? – a mulher perguntou de forma arrogante sem tirar os olhos do computador a sua frente.
-Não, mas – Miley tentou falar.
-Mas nada – a recepcionista a cortou ainda sem olha-la – só temos vaga para daqui a três meses, a não ser que você seja a Michelle Obama, ou a – a mulher finalmente olhou para elas e se espantou – Miley Cyrus.
-Isso, sou eu – Miley sorriu forçado – tem vaga ou não?
-Claro que temos – a mulher se transformou na pessoa mais educada do mundo – na verdade, uma cliente acabou de desmarcar, então o horário é seu, que sorte.
-Na verdade, o horário é da minha amiga – Miley explicou e apontou para Demi – gostaria de falar com o Pietro.
-Sim Senhora – a mulher respondeu saindo dali e voltando com um homem moreno e forte ao seu lado, ele tinha um sorriso encantador e logo reconheceu Miley.
-Miley, querida, quanto tempo – Pietro disse abraçando-a.
-Eu preciso da sua ajuda – Miley disse sorrindo.
-O que quiser – ele respondeu arrumando o cabelo, aquilo parecia um tique nervoso porque ele fazia isso a cada segundo.
-Então, essa é a Demi, minha melhor amiga – Demi estendeu a mão e eles se cumprimentaram – Demi, esse é o Pietro, o melhor cabeleireiro de toda a America.
-Oh, não é para tanto – ele encarou o cabelo de Demi com desprezo.
-Então, Demi será a mais nova sensação da musica pop daqui há alguns meses se Deus quiser – Miley disse empolgada e Demi a encarou incrédula – já sabe do que precisamos, não é?
-TRANS-FOR-MA-ÇÃO – Pietro disse empolgado arrumando o cabelo mais rápido agora – ela vai sair daqui um espetáculo, pode deixar.
-Tenho certeza disso – Miley disse – mas faço questão que tudo seja feito por você e sua equipe – ela explicou já que naquele imenso salão várias pessoas trabalhavam.
-Pode deixar, Miley – ele disse sorrindo.
-Eu vou cuidar das roupas dela, o resto é com você.
-Então vamos, queridinha – Pietro disse e se virou.
-Miley, o que é isso, eu não tenho como pagar esse salão – Demi cochichou aterrorizada.
-Demi, eu já pedi milhões de vezes – Miley respirou fundo e falou pausadamente – confia em mim, e confia no Pietro também.
-Como confiar em um homem com delineador dourado?
-Demi, ele faz o cabelo de TODAS as estrelas, você possivelmente pegou o horário da Angelina Jolie, pode confiar – Miley disse e Demi sorriu – venho te pegar na hora do teste.
-Tudo bem – Demi disse e elas se abraçaram.
-E – Miley saiu andando, quando chegou na porta do salão gritou – BOA SORTE.
Demi não entendeu nada, se virou e encontrou Pietro a encarando.
-Vai ficar parada aí? – ele disse gesticulando com uma tesoura na mão – espera que seu cabelinho sem vida melhore com mágica? Pois adivinha, eu não sou a Hermione, então, vem logo, queridinha, tempo é artigo de luxo pra mim.
Demi pensou em debater com ele, mas se lembrou do que Miley dissera, respirou fundo e o seguiu.
Passaram por um imenso corredor e entraram em uma sala toda branca, com poltronas e um coquetel em uma mesa no canto, um espelho gigantesco e vários produtos de beleza, Pietro sorriu zombeteiro.
-Vamos começar a festa – ele disse dando uns pulinhos e ligou o rádio no ultimo volume – PRETO, POR FAVOR – a musica o obrigou a gritar – CABELO PRETO ESTÁ FORA DE MODA, VOCÊ NÃO É A KIM KARDASHIAN.
-EU GOSTO DELES ASSIM – Demi disse brava.
-GOSTA? – Pietro abaixou o som – pois eu vou fazer você AMAR seus novos cabelos.
-O que você vai fazer? – ela perguntou assustada.
-Surpresa – ele sorriu – confia em mim, criança, você vai sair daqui deslumbrante, qualquer um fará de tudo pra te ter – ele tentou olha-la sedutoramente, mas não deu certo, Demi apenas bufou e se afundou na cadeira.
Ele andou até a lateral do espelho e apertou um botão fazendo uma persiana descer e cobrir toda a extensão do espelho.
-Hà? – foi o que Demi coseguiu dizer.
-Já falei – ele rolou os olhos – SUR-PRE-SA.
Ele começou a trabalhar no cabelo de Demi, enquanto duas meninas cuidavam das unhas dos pés e das mãos, enquanto ela esperava o produto que havia sido aplicado, uma terceira mulher veio fazer suas sobrancelhas, depois de horas e horas Demi finalmente estava pronta, no exato momento em que Miley entrou na sala.
-MEU DEUS DO CÉU – ela arregalou os olhos – PIETROOOOOOOOOO.
-Eu sei, maravilhoso – ele voltou a saltitar e foi fuxicar o que Miley havia comprado.
-Eu diria – Miley tentou achar as palavras certas mas nada se encaixava a visão que ela tinha.
-Nossa, pra deixar Miley Cyrus sem palavras – Demi comentou – eu devo estar mesmo deslumbrante – ela imitou o tom de voz de Pietro e Miley riu.
-Toma – ele encarou Demi – veste isso.
-Aqui? – ela perguntou assustada.
-Filha, eu gosto da mesma fruta que você, não percebeu não? – ele perguntou e Miley gargalhou.
Demi bufou e pegou as roupas que Pietro lhe entregara.
-Eu vou desmaiar – ele fez drama – Miley, querida, você tem razão, eu sou o melhor.
-Demi, você tá linda demais – Miley disse sorrindo.
-Será que eu posso ver se eu concordo? – Demi ironizou e Pietro apertou aquele mesmo botão fazendo o espelho ficar a mostra de novo.
Demi demorou alguns segundos para se reconhecer, ela passou uma das mãos em seu cabelo, se aproximou do espelho, voltou para trás, olhou cada centímetro do seu rosto, olhou para sua roupa, olhou para o espelho de novo e ficou lá, parada, sem reação nenhuma. ( Demi antes / Demi depois da transformação )
-Não gostou? – Miley perguntou indecisa.
-Ai meu Deus, não – Pietro começou a choramingar – eu achei que estava tudo certo, eu pensei que…
-Pietro – Demi disse firme sem tirar os olhos de sua imagem refletida no espelho, uma lagrima se formou mas ela a segurou, não podia estragar tudo , ela se virou lentamente e andou até ele segurando suas mãos – só Deus sabe o quanto eu mudei, como eu cresci nesses últimos meses, como eu tenho aprendido a confiar ainda mais em mim – ela sorriu – você fez com que toda essa minha atitude transparecesse – fez uma pausa e sorriu para Miley por alguns instantes voltando a encarar Pietro logo em seguida – eu AMEI, muito obrigada.
Pietro segurou as lágrimas, sorriu por alguns segundos mas logo voltou a arrumar o cabelo como antes, soltou as mãos de Demi e disse sério:
-Eu sabia que você ia gostar – se virou e saiu da sala gritando do corredor – todas sempre gostam.
-Ele te amou – Miley disse pegando as bolsas.
-Que jeito estranho – Demi torceu o nariz.
-Do jeito dele – Miley sorriu – vamos, vamos para a gravadora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário